segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Realidade e Ficção

Quem nunca imaginou como deve ser complicado dirigir o carro dos Flintstones que atire a primeira pedra! Os carros dos desenhos animados povoam os imaginários de quem cresceu vendo desenhos como A corrida maluca, ou vai dizer que as patricinhas da época não sonhavam com o carro cor de rosa da Penélope?

O carro da corredora mais charmosa de todos os tempos

Seja o carro rosa amassado dos Simpsons, ou o "carro" (na verdade nave) dos Jetsons, muitos gostariam de ver essas belezinhasse tornando reais.
Os desenhistas criaram muitos modelos marcantes, como os modelos da Corrida Maluca, o Mach5 de Speed Racer.


Diretamente do desenho, o Mach 5. Muito design mesmo antes do 3D

Há também os carros dos filmes. Como não citar todos os super tunados de Velozes e Furiosos? Não se pode deixar de lado os carros futurísticos de Eu, Robô, Minority Report, O Quinto Elemento e os Batmóveis (desde a série até os filmes, chegando ao controverso Tumbler).

Primeiro Batmóvel, do seriado da década de 60

 Há os de aparência mais discreta, porém "temperados" de acessórios. Os melhores exemplos são os carros de James Bond, o 007, como o inesquecível Aston Martin DB 5.
DB 5, o mais famoso "bond car"
Apesar de ser o mais famoso, não foi ao único nem a única marca usada pelo agente secreto, 007, também dirigiu carros da Alfa Romeo, Bentley, Lotus e outros. Mas mais do que belos carros, eles chamavam atenção pelos acessórios que o doutor Q punha nas máquinas. Dentre eles, as placas que podiam ser alteradas ao toque de um botão, dificultando a identificação do veículo, a cortina de ferro a prova de balas e as armas sob a lataria.

Seja nos filmes, seja nos desenhos, os frutos da imaginação de alguns humanos povoarão os sonhos de outros, tornando-se objetos de consumo.

No próximo post, os sonhos de consumo que se tornam reais. A vida imitando a arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário